segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Redesenho

Sinto vontade de ter teus doces olhos
De novo sorridente,
Sem antigas mágoas e sem incandecências raivosas,
Na minha Vida.

Gostaria de redesenhar teu rosto em meu peito,
Saltar novos abismos,
Esquecer as agruras,
Arrumar a bagunça deixada pelos caminhos...

Desejo a renovação da tua imagem querida
Nos meus livros,
A revelação da verdade nos meus esconderijos,
Você em mim...

Sem ontens.

A viagem mais recente

algumas notas