terça-feira, 27 de março de 2012

Não tenho cor...

Sou branca, parda, verde e amarela.
Danço o maracatu do Nordeste
E o carimbó do Norte.

Relembro, a saudosa bossa-velha,
Que inova a vida nova.

Mas é o samba-crioulo, meu bem,
Que corre quente nas minhas veias.

A viagem mais recente

Plágio