segunda-feira, 11 de abril de 2016

Ímpar

Seus olhos me contam
Tudo o que sua mente deseja;
Sua boca silencia
Tudo o que seus dedos querem me dizer.

Sua distância delimita
Os nossos contornos sensuais e
Restringem nossas intenções.

Mas quando estamos em nossas presenças,
Tudo é Ímpar.
Tudo cheira a fantasia e felicidade.
E nossos encontros se tornam contos
Sobre o território fértil da nossa luxúria.

Você,
delírio.
Eu,
loucura,
Nós,
Perfeição.

A viagem mais recente

Ponteiros