domingo, 5 de julho de 2015

Busca


Procurei um lugar macio
Para repousar os meus ossos fatigados.
Descansar minhas dores corporais e
Ordenar esse meu coração em desalinho.

Procurei naquele corpo quente,
Um abrigo feliz para os meus tristes invernos,
Pernas para enroscar meus pés nas madrugadas
E fazer amor até mesmo dormindo.

Procurei alguém para compartilhar amor,
Mas encontrei um universo individual.
Braços que não eram meus,
Colo que não foi meu ninho,
Beijos que não se transformaram em canção e
Alegrias que não duraram sequer uma estação.

A viagem mais recente

Ponteiros