sexta-feira, 17 de maio de 2013

Solidão

Estar só não é estar sem alguém,
É chorar sozinho num canto para que os outros não vejam,
É sorrir para o mundo quando ele está de mal de você.
E viver sua vida quando a morte ronda sua alma.

Solidão é sentir as dores dos outros
Quando ninguém percebe que você sofre.
É pedir abrigo dentro de você mesmo
Porque do lado de fora você não tem espaço.

Solidão é querer o sol e continuar na sombra.
É ver que o relógio não para enquanto suas rugas brotam,
Mas não deixar que a queda lhe faça mais sulcos na pele.

Solidão é fechar os olhos e sentir a multidão
Mas saber que ela não compreende uma só palavra sua.
É voar alto em dias de nuvens baixas.
É mergulhar fundo no mar das suas tristezas,
Mas deixar a sua marca feliz na terra infértil.

Solidão é amar demais e ver seu amor escorrendo
Por entre lágrimas e desertos interiores,
É ter o ventre ressequido por tantas agruras,
E a garganta fechada por lágrimas que não foram choradas.

A viagem mais recente

algumas notas