Páginas

domingo, 23 de outubro de 2011

Palavras...

Promessas que um dia acreditei,
Que não mais creio,
Que nunca serão cumpridas!?

Vazio,
A perda burocrática dos sonhos,
Das esperas
Num rio, Num banco à beira-mar...

A dois,
(H) A nós!?

Quantos nós?
Quanto de nós ainda ficará,
Ainda sorrirá?
Na esperança da chegada e dos anelos?

Quantos cachos nos cabelos ainda ficarão embaraçados pelas lágrimas?

Ausência.
Dor
Distância.
Ciúmes

Palavras em desalinho
O ninho,
Desfeito, perfeito...

Palavras repetidas,
Ressentidas...

Linha e pensamentos cruzados

Fone no Gancho.

Sem tempo,
Quanto tempo!?