Páginas

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Então

A noite voluptuosa me fez desamarrar meus nós,
Desentediar meus vestidos,
Dançar uma dança.

Me fez percorrer-me sem medo,
Dedos e digitais suprindo a falta dos teus beijos,
Do teu respirar em minhas narinas,
Da tua saliva a matar minha sede.

Meu corpo estremeceu,
Poro por poro,
Numa homenagem silenciosa,
Num suspiro sem sorriso,
Na saudade ensandecida do teu corpo...
...do teu cheiro em meu travesseiro.