Páginas

segunda-feira, 13 de novembro de 2006

Não há boas maneiras,
Nem sonhos.
Há somente uma dor que me dilacera os olhos
Com as coisas que leio, que sinto, que vejo.
Exitem somente as entradas compradas para o cinema trash onde
Enxergo a película de toda a tristeza que se abate sobre mim...

É... eu continuo sem você.