terça-feira, 20 de junho de 2017

algumas notas

Eis que o destino finalmente nos trouxe aqui.

Somos dois, somos um. Somos cada um.

Atados em laços sem nós e laçados em nós.

Caminhamos juntos, sem falar, sem orar,

Apenas nos colocamos lado a lado, sem olhar,

Sem esperar. Aguentando o tempo passar.

Eu tinha necessidade de ir,

Você veio.

Eu preciso de movimento,

Você de calmaria.

Eu tenho urgência de viver,

Você consegue esperar.

Eu não consigo engolir a dor,

Quando você finge que não a sente.

Eu gosto de céu azul,

Você busca a sombra.

Eu sou o giro,

Você é o sol...

A viagem mais recente

Plágio