quarta-feira, 16 de março de 2016

Seja

Mova meus moinhos,
Umedeça cada pedaço,
E derreta minhas resistências
Com as gotas do teu suor.

Me acaricie com dedos calmos e voluptuosos,
Revire meu corpo,
Remova meu desejo
E compartilhe do meu suor.

Deite sobre o meu peito arfante,
Faça de mim, o teu templo, 
Transforme meus rios em mares,
E minha saudade em alegria, a tempo.

Institua minhas loucuras como teus caminhos certos 
Cuide de mim, a menina dos teus olhos,
Viva na minha carne, momentos de luxúria,
Me consuma, me acolha,
Seja sempre a minha excitação,

Seja meu,
Para sempre.

A viagem mais recente

O tempo....