quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Seca


Secou,
Já não choro mais.
Eu não sabia, mas a vida ensinou.
Perder tempo é a pior das perdas.
O hoje não tem mais o cheiro do ontem.
A estrada continua,
Ainda tenho pernas,
Dentes e sementes.
Não tenho lágrimas,
Ainda bem!
Não tenho dores,
Amém!
Não me tornei deserto,
Nem céu sem estrelas.
Sou a menina que era pedra 
E agora é flor.

A viagem mais recente

algumas notas