quinta-feira, 26 de março de 2015

Desejos

Desejo um tradutor para os meus sonhos,
Para as palavras desconexas,
De alguém que possa me seguir durante o dia
E esteja à minha frente de noite.

Desejo alguém cujas mãos saibam construir pontes,
Ligar minha limitação ao infinito.
Que tenha olhos doces e penetrantes,
Um sorriso franco e a voz calma.

Alguém cujas palavras, mesmo quando duras,
Sejam importantes.
Alguém com pernas para abraçar o meu mundo
E que queira se juntar aos meus desejos.

Preciso de alguém com braços fortes,
Capazes de me carregar quando os meus pés estiverem cansados.
Que saiba percorrer caminhos nos quais jamais tenha passado.

Desejo um coração aberto,
Um semblante sereno,
E que saiba retirar espinhos dos dedos.

Desejo aquele cujos medos desapareçam
Quando os oceanos de anseios e receios
Estiverem sob nós.

Alguém cujo sorriso não desaparece quando a empreitada é dura,
Que saiba construir castelos sólidos em terrenos frágeis.
Que me mostre seus abismos e compreenda os meus.
Que se permita e me permita viver intensamente.

A viagem mais recente

algumas notas