sábado, 31 de maio de 2014

Saudades

Das saudades retiro forças para o grito,

Para o desalinho,

Para a loucura inacabada de nós dois...

Da ausência faço cordas para a escalada, 
Faço pedras com as escadas e transformo a estrada montanhosa em desafios.

É da Saudade, meu Bem,
Que tiro forças para sobreviver a mais um dia,
Jogo com a solidão dos meus dias,
Esqueço o vazio da minha boca e
Driblo a falta de você minha vida.

A viagem mais recente

Ponteiros