sexta-feira, 28 de março de 2014

Apagão

São escuras as noites das ruas
Com suas luzes amarelas,
Que sugam a alegria e o vigor.

Nos mares escuros,
A Nau segue o rumo
Mostrado pelas estrelas.
Pequenos no céu
Da boca.

Escuros pontos secretos da alma,
Luzes que acendem e apagam os seres,
Vigilantes das suas lágrimas
Avaros com seus sorrisos.

Sentimentos obscuros dos humanos,
Tristeza infinita,
Alegria que se move rápida.
Mistério.

A viagem mais recente

algumas notas