quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Onde?

Onde estávamos, meu Bem,
Quando o trem do bem querer passou?
Quando os dias deram claros sinais
E o anoitecer caiu sobre nossos ombros?

Onde estávamos, Querido?
Deixamos viver o mal e escapar o bem,
Que não vimos nossos sonhos escorrerem,
As lutas esmorecerem e os pés cansarem?

Onde estávamos, Amigo?

Para esquecermos as lutas
Deixando o tempo levar o
Nosso amor cotidiano
e o brilho do nosso olhar?

A viagem mais recente

Intensidade