sábado, 27 de abril de 2013

Eterno

Eu que pensei que seria eterno,
Seria tudo,
Seria único.

Eu que pensei que nossas vidas fossem
Duas em uma.
Tudo em perfeita harmonia.

Eu que pensei que tua boca beijaria apenas a minha,
Que teu corpo envolveria apenas o meu,
Que tuas mãos segurariam somente as minhas.

Eu pensei que seus ombros acolheriam apenas a minha face,
Que seus olhos fitariam apenas os meus na hora do amor,
Que seu suor banharia apenas os meus delírios.

Eu que fantasiei nosso amanhã,
Parti fechando as portas do passado,
Agarrei o futuro e me enlacei ao teu sorriso.

Eu, depois de tudo, afoguei meus prantos,
Te sorri novamente,
Me perdi em você,
E me encontrei sozinha.

Eu que pensei que seria eterno, 
O que faço agora?
Sem a tua língua e sem o teu amor?

A viagem mais recente

algumas notas