quinta-feira, 6 de outubro de 2011

E dos

E dos dias cinzentos
fez-se noite estrelada.

E das tardes modorrentas
A espera alegre.

Dos tombos
Surgiram cicatrizes.

Das mentiras,
Verdades cruas.

Do meu corpo vestido de incerteza
Nudez certa da realidade.

E dos meus vazios
A completude...

A viagem mais recente

algumas notas