quarta-feira, 29 de junho de 2011

Um trecho de vida

Sinto-te por minhas mãos
E dentes.
Agarro-me a ti,
Carente.

Meu corpo caudaloso,
teus rios.
E em poética me lanço,
em teus risos.

A pele morena,
Pura.
Beijos ardentes,
Sem censura.

Furta-me o fôlego e os
Sentidos.
Percorre por minhas coxas
Teus dedos perdidos.

Derreta meu gelo e
Segredos.
Finalize nossos desencontros,
Degredos.

Faz dos nossos sonhos,
DESEJOS...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Redesenho



Meus pés nus dançam imóveis,
O corpo balança feito a maré;
Me despista, me enrubesce.

Sou autora de melodias risonhas:
De choro em trova,
Da alegria em particípio,
Da tristeza em notas sem ré...

Tenho lágrimas batizadas,
Amanhecidas, vestidas, vertidas,
Transmutadas em palavras e suspiros;
Forjadas em lâminas e doçuras salgadas.

Soluço sóis,
Escorro chuvas,
Resseco meus desertos,
Renasço sombras, nuvens e castanhas.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Tantas

Não tenho cor,
Nem raça.

Sou branca, parda, verde e amarela.
Danço o maracatu do nordeste,
Saboreio os gostos do sul.
Relembro a saudosa bossa-velha,
Mas é o samba-crioulo que corre quente nas minhas veias,

Meu bem...

segunda-feira, 13 de junho de 2011

No peito

As saudades,
Dias imensos sem o azul do teu sorriso.
Dias inteiros sem a alegria do teu olhar.
Dias intermináveis sem a presença querida.

Tua partida, minha Amiga,
Me causa saudades até hoje.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Então...

Dos meus sonhos se fez a realidade.
Um cobertor rasgado;
Um tapete jogado;
Um coração remendado.

terça-feira, 7 de junho de 2011

A viagem mais recente

Plágio