sábado, 12 de fevereiro de 2011

Oferta

Eu só tenho a oferecer-te minha boca
Sedenta dos teus lábios.

Minhas letras simplórias,
Meus pensamentos fragmentados,
Meus deslizes e meus acertos,

Este pouco é tudo o que tenho.

É tudo o que sou.

...e a Poesia que vive em mim...

A viagem mais recente

O tempo....