segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Noss'Alma

Eu sobrevivo das tuas lembranças,
Tu és a chama que me mantém viva.
Teu corpo é meu navio,
Tua voz, a minha salvação.

Em tuas melhores recordações desejo morar,
Todos os anos,
Todas as horas,
Com todos os meus defeitos,
Com todas as minhas imperfeições.

Nas labaredas do teu Amor
Preciso me aquecer.
Alimentar-me dos teus sorrisos,
Sonhar com tuas mãos a me envolver,
Como se envolve de plenitude a frágil existência de um bebê.

Preciso ser tua vida,
Tuas estradas,
Tuas direções,
Tua verdade.

Em ti desejo estar,
Amor meu.

Esteja em mim
Por todos os dias da nossa vida,
Meu Amor.

A viagem mais recente

Plágio