terça-feira, 16 de novembro de 2010

Indiferente

Nada muda o que foi feito;
A vida passa e deixa marcas;
Sentimentalismo é para os fracos;
Eu quero Justiça e Paz.

Amor para quem merece Amor;
Sorrisos para quem tem sorrisos para receber;
Luz para a alma que atravessa meu caminho com boas intenções;
E Guerra a quem promove a minha luta;

O resto é indiferente...

A viagem mais recente

Plágio