domingo, 7 de novembro de 2010

Eu me permito

Hoje eu poderei sentir ódio,
Ingratidão,
Tristeza,
Alegria.

Hoje poderei gargalhar,
Falar mal dos outros,
Sentir vergonha,
Fugir.

Eu hoje permito
que minhas pernas não se movam,
Que o dia passe lento,
Meus olhos se fechem,
Eu não me recorde.

E me permito,
hoje e todos os dias,
Ser feliz...
...enquanto eu respirar.

A viagem mais recente

Intensidade