Páginas

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

verdades

Pelas ruas amarelo-vermelhas da cidade
Entristeço.
Revejo, me vejo em cada rincão, em cada solidão.
Meu sorriso já não é mais o mesmo,
Assumo posições que nunca tive,
Me espero pelo caminho...

Caminho nunca antes percorrido,
desconhecido,
Empobrecido pelos invejosos sentados à beira do caminho.

Não importa, eu venço,
Convenço.
Mesmo com os olhos cheios de lágrimas...
Eu vou.