sexta-feira, 16 de abril de 2010

Desde

Ontem não vi seus olhos,
Não sequei seus lábios,
Não apertei seu corpo no meu.

Ontem não houve carinhos,
Nem afagos,
Nem boa noite,

Não importa,
Chegou o hoje...

A viagem mais recente

O tempo....