Páginas

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Sentença

O tempo!

Ah, este Senhor do meu destino,
Razão dos meus dias,
Dono do meu viver.

As horas passam lépidas,
Intrépidas,
Imperativas.

Deixam comigo a liberdade,
Um Hoje sem tristezas
E um Amanhã sorridente.

Minha Sentença.