quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Ode à uma amiga-irmã

Eu hoje acordei sentindo falta do teu colo...

São ermos os meus caminhos sem teus passos.
Fria e vazia é a minha existência sem tua presença,
Meu coração bate forte de saudade,
E meu sorriso se faz lágrima ao me lembrar de ti.

Sua cia, sua amizade, seu olhar doce...
...Tudo me faz falta nesta caminhada.

Você se foi e deixou um gosto amargo de ausência,
De vazio,
De vida incompleta.

Você se foi e deixou na minha vida a lembrança boa
De dias ensolarados,
De gargalhadas perfeitas,
De cervejas tomadas ao vento,
De cantigas que apenas nós ouvíamos.

Eu fiquei aqui...
Fiquei com teus ensinamentos,
Com a tua alegria,
Com tudo o que você me proporcionou,
Com o passar da nossa infância,
Com o brotar da adolescência,
E a continuidade da vida adulta.

Você se foi e eu fiquei com esta imensa saudade,
E com todo o meu amor por ti,

Minha querida AMIGA LÍLIAN.

A viagem mais recente

O tempo....