E...

No final das contas, meu Bem,
Não mais contas, nem seus dedos sob minha blusa,
Ou seus desejos sob minha saia.

Sobrou meu lábio sedento por tua saliva.

Postagens mais visitadas