quarta-feira, 23 de abril de 2008

Coração

Compasso...
Tum, Tum, tum.
Descompasso...
tumtumtum.
São as batidas do meu coração sem bússola,
Doendo no vazio que não existe mais em mim,
Ensaiando um sorriso no pouco que restou da alegria.

Tum, tum, tum...
Meu coração comemora
a volta da paz ao refúgio do meu corpo.
Que dançava ao som da tua coreografia.

A viagem mais recente

O tempo....