sábado, 8 de setembro de 2007

Ré - sposta

Confesso, Amor,
O dia não é belo,
O vento não sopra ameno,
Nem o céu é tão azul sem teus olhos límpidos...

Minha vida não é alegre,
A palma das minhas mãos vazias,
E o pulsar do meu peito é fraco...

Sou a ré no crime de te amar demais,
E respondo por ele...
Amando ser tua e ter você em mim...

A viagem mais recente

O tempo....