segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Início

No princípio eram seus olhos...
O Olhar penetrante, claro, límpido
Que me deixava hipnotizada, alegre.

Depois foram os risos, suas costas fortes
A suportar meu peso, minha manha.
Foram teus beijos amáveis, cheios de amor e libido
Que conquistaram meu coração rude e seco.

Então, vieram os dias e noites partilhados,
Vividos, sorridos, vencidos.
São as janelas embaçadas,
Os joelhos dobrados em preces pela eternidade...

Agora são as flores,
As pérolas do conhecimento,
Do companheirismo,
Da verdade de um amor que alimenta...

É você.
O início da minha vida,
O fim das minhas lágrimas.
O meu Amor inteiro.

A viagem mais recente

Plágio