quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

Vio lento

Não, meu amigo,
Não é lento.
É rápido, certeiro e trágico
O soco no estômago.

É a via -
De mão única.

Morreu?

Acabou!

Tende Piedade, Senhor,
Desse vício, desse mundo,
Da Violência sem tamanho.

A viagem mais recente

Plágio