segunda-feira, 6 de novembro de 2006

Todos os Sem títulos

Tudo o que escrevo não possui título.
Deixo para quem quiser fazê-lo por mim...

Hoje foi dia de sentir falta. E não ligo se sinto falta.
Apenas sinto... simples assim.

Há aqui no peito um sem-número de questionamentos,
Uma infinidades de respostas sem perguntas.
Um quê sei lá como que me deixa sem entender...

Há hoje, em mim, uma nódoa,
Desejos de divórcio de mim mesma.
Uma forma de não viver,
Uma negação do que sou.

E vou vivendo,
todos os dias como se fossem os últimos....

esta é minha vida.
Este é o início deste blog que não sei como será.

bem vindos

A viagem mais recente

algumas notas