sexta-feira, 17 de novembro de 2006

É que tenho sonhos e medos,
Tenho dedos dos pés longos demais para calçados apertados,
Então me folgo, me espalho.

É que tenho mais medos do que sonhos,
E mãos pequenas demais para amarrar os cordões de uma ausência,
Então eu choro, choro, choro....

Sou menina demais para entender...
Por favor, um salvamento, uma condução...!!!

A viagem mais recente

Ponteiros